O Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos (Uniceplac) oferece consultoria gratuita para implementação de programas de inclusão e diversidade nas corporações. A iniciativa visa estimular a representatividade nas empresas, transformando a diversidade em valor competitivo e apoiando o desenvolvimento profissional de sub-representados pela sociedade.

Começou o V Fórum Nacional do Comércio, na tarde desta terça-feira (28), com a missão de unir setores estratégicos: as forças que regem e inovam o comércio com os principais formuladores de políticas públicas. No ‘Painel I – As reformas e os impactos na economia’, foram debatidas propostas para redirecionar a política econômica. Participaram da discussão o senador Roberto Rocha; os deputados Darci De Matos e Luiz Carlos Motta; e representando o setor de Comércio e Serviços, George Pinheiro, da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB); Paulo Solmucci, da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel); e Roque Pellizzaro Jr., do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Os três líderes setoriais exercem o cargo de presidente em suas instituições.

O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), José César da Costa, iniciou os trabalhos do segundo e último dia do V Fórum Nacional do Comércio (FNC), que ocorre em Brasília (DF) e reúne lideranças do varejo, especialistas em comércio e autoridades públicas para discutir os desafios e perspectivas do setor no pós-pandemia.

Faltando três meses para as comemorações de fim de ano, os setores varejista e de serviços já vêm se preparando para o principal período de vendas com a contratação de novos profissionais. O avanço da vacinação, o pleno funcionamento do comércio e a retomada dos serviços trazem esperança para empresários e desempregados, que sonham com uma oportunidade de trabalho. Uma pesquisa realizada em todas as regiões do país pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Sebrae, estima que aproximadamente 105 mil vagas serão abertas no país até dezembro, número próximo ao de 2019, período pré-pandemia.

Foi divulgada esta semana, a edição de setembro do Panorama do Comércio, relatório mensal da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) que compila os principais dados econômicos e sociais relacionados ao comércio.