A Black Friday 2020 será mais desafiadora do que nunca. Isso porque o período mais relevante do ano para a indústria e o varejo acontecerá em meio à pandemia de Covid-19, o que exigirá dos dois setores um planejamento mais agressivo, que leve em conta as barreiras que o isolamento social pode criar em relação à ida dos consumidores às lojas. Pensando nisso, o especialista em construção de marcas no ponto de venda, André Romero, diretor da Allis Comunicação, elencou sete dicas fundamentais para que as empresas se preparem para o “novo normal” da Black Friday.

O aplicativo de mensagens Whatsapp lança nesta terça-feira (10) um novo botão que permite que os usuários façam compras diretamente pelo aplicativo em todo o mundo. O botão de compras aparece no chat de empresas que usam a versão de negócios do aplicativo, o WhatsApp Business. Ao clicar no botão, que se parece com uma fachada de loja, o cliente poderá ver o catálogo de produtos oferecido pela empresa, já com os preços do que está disponível. A atualização permite que usuários reúnam até 500 ofertas em uma única seção, que pode ser acessada pelo botão de compras, localizado no canto superior direito, ao lado do ícone de ligações. Nele, é possível visualizar e selecionar um produto, além de contatar o vendedor referenciando o item desejado.

Entre os dias 16 e 22 de novembro, acontece a maior iniciativa dedicada ao empreendedorismo no Brasil. A Semana Global de Empreendedorismo (SGE), que promete mobilizar todo o país, é organizada pelo Sebrae e por parceiros que compõem o Conselho no país e são referências do ecossistema empreendedor brasileiro (Aliança Empreendedora, Anjos do Brasil, Anprotec, Artemisia, Brasil Júnior, Conaje, Endeavor, Junior Achievement e a Rede Mulher Empreendedora - RME). Com o tema “Retomada da Economia e o Papel do Empreendedorismo”, a 13ª edição da SGE será realizada em um formato inédito, de forma totalmente online, por causa da pandemia. Para participar gratuitamente, basta identificar a programação dos eventos no endereço: https://www.empreendedorismo.org.br. Aqueles que tiverem interesse em divulgar seu evento ou iniciativa de fomento ao empreendedorismo no âmbito da SGE também poderão fazer no mesmo endereço.

As empresas do Simples Nacional já podem parcelar débitos tributários, informou hoje (4) a Receita Federal. Podem ser parcelados débitos apurados pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional). De acordo com a Receita, a Instrução Normativa RFB nº 1.981, de 9 de outubro de 2020, excluiu o limite de um pedido de parcelamento por ano. “Desta forma, o contribuinte poderá reparcelar sua dívida quantas vezes quiser. A possibilidade visa estimular a regularização tributária dos contribuintes e, consequentemente, evitar ações de cobrança da Receita Federal que podem ocasionar a exclusão do Simples Nacional”, diz o órgão.

Em 2018, o professor de pós-graduação de marketing digital do Insper, Renato Mendes, lançou o livro ’Mude ou Morra”, publicação que acabou se tornando um best-seller entre empresários, gestores e empreendedores. Motivos não faltaram para o êxito editorial. Especialista em temas como startups, marketing, e-commerce e empreendedorismo há mais de 19 anos, Mendes tratou no seu trabalho, com muita antecedência, de assuntos que hoje estão em voga, como transformação digital, a nova relação das empresas com seus clientes e o impacto da tecnologia no mercado de trabalho. A Varejo S.A aproveitou a proximidade da Black Friday para ouvir do especialista sobre suas expectativas para uma das datas mais importantes do calendário varejista. Para Mendes, o comércio digital vai substituir as aglomerações nas lojas e o movimento de compra deve acompanhar o que já vem ocorrendo em outros anos, com o consumidor aproveitando os descontos de Black Friday para comprar os presentes de Natal. Confira a entrevista!

Subcategorias