Na última sexta-feira, 19, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF), José Carlos Magalhães Pinto, visitou o novo empreendimento na 506 Sul, a Infinu. Um dos idealizadores, Miguel Galvão, agradeceu a visão da CDL-DF de apostar na W3 Sul e acredita no potencial da avenida. O espaço tem o objetivo de fomentar a gastronomia, a moda, a cultura, a música, a educação e o empreendedorismo brasilienses.

Com a determinação de reabertura dos comércios pelo Distrito Federal, o GDF Presente colabora para a ação reforçando a limpeza de ruas e calçadas para que os comércios melhor recebam os clientes. Os comerciantes precisarão cumprir diversas determinações para abrir as portas. A ação é realizada pelo Polo Central Adjacente I do GDF Presente.

As obras nas quadras 509 e 510 sul estão em fase final, os projetos da 502 a 508 já foram aprovados e o GDF espera iniciar o processo de licitação em breve. A Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF), uma das entidades à frente da iniciativa, vê a renovação como forma de incentivar a retomada do comércio.

BRASÍLIA - Anunciada pelo governo para evitar demissões em massa durante a pandemia, a linha de crédito de R$ 40 bilhões para bancar salários não está disponível para milhares de pequenas e médias empresas no País. Isso porque a medida provisória editada há um mês proíbe a concessão do empréstimo a empresas que não possuem folha de pagamento processada em um banco. O resultado é que, até agora, apenas 1% do total (R$ 413,5 milhões) foi liberado.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-DF), José Carlos Magalhães Pinto, afirmou nesta quinta-feira (30/04) ter recebido como um “balde de água fria” o anúncio do governador Ibaneis Rocha (MDB) de estender as medidas restritivas para conter o coronavírus no Distrito Federal até, pelo menos, o dia 11 de maio. Contudo o representante dos comerciantes locais ponderou que, embora “desanimadora”, a medida se faz necessária para “resguardar as vidas dos brasilienses”.