A recuperação econômica levou a Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão ligado ao Senado, a revisar para cima as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB), soma dos bens e serviços produzidos no país) para 2018. Em relatório divulgado hoje (9/2), o órgão elevou de 2,1% para 2,7% a estimativa de crescimento da economia para este ano.

Repetindo o movimento visto no ano passado, os segmentos de móveis, eletrodomésticos e materiais de construção devem puxar o crescimento do varejo em 2018. A perspectiva é que a retomada mais consistente do crédito e a melhora da confiança dos consumidores impulsionem a compra de itens de maior valor agregado.

As alterações no Simples Nacional já estão em vigor desde 1º de janeiro. Uma das principais mudanças é o novo limite de faturamento, que passou de R$ 3,6 para R$ 4,8 milhões por ano. Nesse caso, o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) e o Imposto sobre Serviços (ISS) serão cobrados separadamente do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) e com todas as obrigações acessórias de uma empresa normal quando o faturamento exceder R$ 3,6 milhões acumulados nos últimos 12 meses, ficando apenas os impostos federais com recolhimento unificado.

O WhatsApp finalmente liberou o tão esperando aplicativo para negócios, o WhatsApp Business. O produto chega ao mercado com recursos estratégicos para ajudar as empresas a se relacionarem melhor com seus clientes e prospects. De acordo com Simone Siqueira, especialista em empreendedorismo digital, a versão antiga vinha, até o momento sendo adaptada para os negócios e sendo praticada como marketing de permissão em listas de transmissão, mas, que a versão comercial oferece recursos mais focados nas necessidade das empresas.

A partir de 1º de março, os microempreendedores individuais (MEIs) deverão utilizar somente a nota fiscal eletrônica em vez do documento avulso, impresso pelo Sistema de Emissão de Nota Fiscal Avulsa, no portal da Secretaria de Fazenda do Distrito Federal.