O presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou integralmente o projeto de lei que instituía o chamado Relp (Programa de Reescalonamento do Pagamento de Débitos no Âmbito do Simples Nacional). A legislação criaria um novo programa de refinanciamento de dívidas das micro e pequenas empresas, com o perdão de multas e encargos. O setor acumula dívida de R$ 50 bilhões.

A pandemia mudou o jogo do varejo: as compras pela internet realmente caíram no gosto dos brasileiros. A digitalização, assim como uma melhor experiência de compras nas lojas físicas é que prometem ser um diferencial no competitivo comércio. De acordo com o Relatório de Varejo 2021 da Adyen, empresa global de tecnologia de pagamentos, por exemplo, 90% dos entrevistados afirmaram que não voltam a comprar de marcas se tiverem vivido uma experiência ruim na loja física ou on-line.

Finalização da 1ª etapa do assessoramento da Casa de Paternidade

Na última quinta-feira, 6, a Fundação CDL finalizou a primeira etapa do processo de assessoramento da Casa de Paternidade, que visa a estruturar e desenvolver um Projeto Político Pedagógico. Na ocasião, foi produzido um documento histórico, por meio de pesquisa e diálogo com a presidente da instituição.

O ano de 2021 foi, sem dúvida, um ano marcado por desafios: uma pandemia com consequências dramáticas, ambiente econômico instável, restrições de funcionamento do comércio e novos decretos normativos. Foi um ano que sinalizou, de forma enfática, a necessidade de o comércio se reinventar e de remodelarmos os nossos negócios. Em meio aos obstáculos que se impuseram, a CDL-DF reagiu à altura e mostrou ser capaz de ir além em situações desafiadoras.

Medidas decisivas para a retomada da economia, obras de revitalização na W3 Sul e parcerias que tem fortalecido os lojistas. Esses foram alguns dos assuntos que movimentaram o ano da CDL-DF e deram destaque ao setor varejista. Apesar dos desafios que enfrentamos, existem momentos marcantes para celebrar em 2021. Que tal relembrar os resultados do que conquistamos este ano?