Uma das principais datas do comércio, a Black Friday, acontece esse ano ainda sob o impacto da pandemia da Covid-19. Se os varejistas esperam aumentar as vendas durante a campanha, os consumidores parecem estar ávidos pelas promoções. É o que mostra a pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), em parceria com a Offer Wise Soluções em Pesquisa. Segundo o estudo, 61% dos entrevistados afirmam que pretendem fazer compras na Black Friday esse ano, um crescimento de 24% em relação ao ano passado.

A 22ª edição da Feijoada Sorriso aberto ocorreu no dia 7 de novembro e superou as expectativas. Mais de 100 cestas serão doadas às instituições Obras Sociais do Centro Espírita Irmão Áureo, Casa Transitória de Brasília e Gerência de Atendimento em Meio Aberto (GEAMA) de Ceilândia, indicadas pela Vara da Infância e Juventude do DF.

O cenário de desemprego e de insegurança econômica trazida pela pandemia da Covid 19 deverá impactar nas compras de Natal deste ano. É o que mostra uma pesquisa feita em todas as capitais pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pela Offer Wise Pesquisas. De acordo com o levantamento, 54% dos consumidores devem presentear alguém no Natal deste ano. O número representa uma queda de 22 pontos percentuais em relação ao último ano, em que a intenção de compra era de 77%.

A Black Friday 2020 será mais desafiadora do que nunca. Isso porque o período mais relevante do ano para a indústria e o varejo acontecerá em meio à pandemia de Covid-19, o que exigirá dos dois setores um planejamento mais agressivo, que leve em conta as barreiras que o isolamento social pode criar em relação à ida dos consumidores às lojas. Pensando nisso, o especialista em construção de marcas no ponto de venda, André Romero, diretor da Allis Comunicação, elencou sete dicas fundamentais para que as empresas se preparem para o “novo normal” da Black Friday.

O aplicativo de mensagens Whatsapp lança nesta terça-feira (10) um novo botão que permite que os usuários façam compras diretamente pelo aplicativo em todo o mundo. O botão de compras aparece no chat de empresas que usam a versão de negócios do aplicativo, o WhatsApp Business. Ao clicar no botão, que se parece com uma fachada de loja, o cliente poderá ver o catálogo de produtos oferecido pela empresa, já com os preços do que está disponível. A atualização permite que usuários reúnam até 500 ofertas em uma única seção, que pode ser acessada pelo botão de compras, localizado no canto superior direito, ao lado do ícone de ligações. Nele, é possível visualizar e selecionar um produto, além de contatar o vendedor referenciando o item desejado.