Diante de um cenário que impõe duras restrições à produtividade do país, o Governo Federal deve promover ações que possam auxiliar no desenvolvimento socioeconômico da nação. Dessa forma, defendemos a Carta Aberta encaminhada pela Frente Parlamentar de Comércio, Serviços e Empreendedorismo (FCS) e pela União Nacional das Entidades de Comércio e Serviços (UNECS) às forças políticas, solicitando ações de socorro à população e às empresas brasileiras.

Os empresários estão cientes dos seus compromissos e têm se esforçado para conter a propagação da Covid-19. Agora, cabe às lideranças políticas se unirem e propor iniciativas que garantam a sobrevivência dos negócios, como proteção ao emprego, reedição de programas de crédito e a prorrogação do Programa Especial de Regularização Tributária (Pert).

Acreditamos que para conter o avanço da COVID-19 e assim, retomar o desenvolvimento do país, é necessário o diálogo entre o poder público e privado. Também é papel do setor produtivo contribuir na elaboração de políticas públicas. As medidas sugeridas na carta aberta viabilizariam um cenário mais estável para a retomada do comércio, que precisa ser feita o quanto antes.

Há um longo caminho a percorrer neste momento, mas não podemos perder a esperança. Sigamos confiantes!

Wagner Silveira
Presidente da CDL-DF

Veja a carta aberta na íntegra aqui.