Para tentar minimizar os efeitos da pandemia sobre o comércio do Distrito Federal, que enfrenta novo lockdown, a Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF), participou de reunião com Ibaneis Rocha nesta sexta-feira (12). Outras entidades e representantes do BRB também estiveram presentes.

Na ocasião, o governador anunciou algumas medidas para auxiliar o comércio, como a isenção de pagamento pela ocupação de áreas públicas, chamada de “puxadinhos”, para quiosques, feiras, bares e restaurantes. E também o aumento do prazo para pagamento do IPTU e TLP para 12 meses para empresas prejudicadas pelas restrições. O BRB se dispôs a renegociar dívidas com os empresários.

A vice presidente da CDL-DF, Virgínia Guimarães, reforçou a importância da reabertura dos shoppings: “A reabertura dos shoppings deve ser considerada, já que geram muitos empregos na cidade e são ambientes controláveis, onde não há aglomerações e todos os cuidados necessários são tomados.” Ibaneis Rocha pediu ainda apoio financeiro ao setor produtivo para a construção de hospitais de campanha.