Em 2020, houve um crescimento significativo de microempresas individuais (MEIs) no país, e principalmente, no Distrito Federal. O empreendedorismo foi o meio que as pessoas encontraram para driblar o desemprego. O ambiente de negócios no país tem melhorado, mas ainda está longe do ideal para o empresário, já que ainda há muita burocracia e pouco de incentivo.

No ano passado, 2,6 milhões de novas empresas individuais foram abertas, de acordo com dados do Ministério da Economia. Isso representa um aumento de 8,4% em relação ao ano anterior. Com isso, essa categoria de empreendedores chegou ao total de 11,2 milhões de negócios ativos no país. O MEI representa hoje 56,7% das empresas em atividade no Brasil e 79,3% das empresas abertas no ano de 2020.
Os dados trazidos essa semana pelo governo apontam para a importância da manutenção das medidas de socorro aos empreendedores pelo tempo que durarem a crise e a queda de faturamento das empresas.
Nós, da CDL, continuaremos nossa luta em favor de um ambiente de negócios mais justo para o varejista. Contamos com o seu apoio.


Wagner Silveira Jr.


Para saber mais sobre a divulgação do Mapa de Empresas aqui.