A medida foi publicada em junho pelo GDF, interditando a via para veículos entre as quadras 502 e 516 aos domingos e feriados para lazer.

Na última quarta-feira (15), representantes de supermercados e de entidades do setor produtivo se reuniram com o secretário de Empreendedorismo do DF para debaterem sobre o assunto e negociarem resoluções para as demandas dos lojistas e moradores. A principal reinvindicação é de que o fechamento dificulta a locomoção na região e interfere nas vendas. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF), José Carlos Magalhães Pinto, comentou o assunto em matérias do Correio Braziliense e na CBN. O presidente destacou a importância de manter um diálogo com o governo para garantir uma mudança na ocupação da W3 Sul a longo prazo.

Veja as matérias na íntegra aqui e aqui.