Desde segunda-feira (31), aproximadamente 2.600 pessoas foram atendidas no Mutirão da Simplificação, em Samambaia. A quarta edição do evento, uma parceria entre o Governo do Distrito Federal e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), busca facilitar a abertura de pequenos negócios na capital, e conta com a participação da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal.

 

Os frequentadores podem obter baixa, registro e emissão de licenciamento, de acordo com a Rede Nacional de Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios no DF (Redesimples), além de ter acesso a capacitações gratuitas para as áreas de vendas e de obrigações tributárias, entre outras. A CDL-DF ainda oferece os serviços Cadastro Positivo, Consultas e Alerta de Documentos para os microempresários.

 

Segundo o presidente da entidade, José Carlos Magalhães Pinto, um dos objetivos centrais da ação é legalizar as empresas. “O comércio informal gera uma concorrência desleal com o varejo, o que provoca o fechamento de empresas e, consequentemente, o aumento do desemprego no setor. A formalização traz vantagens para toda a sociedade, especialmente para o consumidor, que passa a contar com produtos de qualidade”, defende.

 

O governador Rodrigo Rollemberg, que prestigiou o evento junto com empresários nesta quarta-feira (2), ressaltou que o mutirão é um investimento para melhorar o ambiente de empreendedorismo no DF, e que o Sistema de Registro e Licenciamento de Empresas (RLE) é um exemplo para o País. O secretário de desenvolvimento econômico Antônio Valdir Oliveira, o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Luís Afonso Bermúdez , o superintendente do Sebrae-DF, Rodrigo de Oliveira Sá, e o vice-presidente da CDL-DF Tallal Khalil também compareceram ao evento.

 

Estão previstas mais duas edições do mutirão para este ano: em São Sebastião e no Paranoá. No ano passado, Planaltina, Ceilândia e Brazlândia foram atendidas.

 

O evento segue até sexta-feira (4), no estacionamento da Feira Permanente de Samambaia (Quadra 202, Conjunto 1), das 8h às 18h. Não é necessário fazer inscrição prévia, o cadastro para os cursos pode ser feito na hora. A expectativa é de receber mais de 5 mil pessoas até o final do mutirão.