O presidente da CDL-DF, José Carlos Magalhães Pinto, participou da NRF Big Show 2017, o maior evento de varejo do mundo, realizado em Nova York, nos Estados Unidos, pela National Reatail Federation. Ao todo, a NRF teve 35 mil participantes de 94 países – do Brasil, foram 1.145 pessoas inscritas – e revelou as principais tendências do comércio para os próximos anos.

O tema dominante das palestras foi o relacionamento com pessoas, tanto funcionários quanto clientes. Vários empresários enfatizaram a importância de conhecer as necessidades dos envolvidos no processo de compra, tendo a tecnologia como aliada, tanto para a coleta de dados, quanto para a realização de trabalhos repetitivos, deixando sobrar tempo ao empregado para atender os clientes.

No primeiro dia do evento, a NRF arrecadou US$ 2 milhões entre os associados para serem investidos em capacitação com o programa Rise Up, que será implementado nos EUA a partir deste ano. “A intenção é prestigiar o funcionário, mostrando que ele tem como crescer dentro do varejo e que há um caminho entre o cargo inicial e o de CEO e ele pode ser perseguido”, conta o presidente da CDL-DF.

O presidente da NRF, Kip Tendell, que também é fundador e CEO da The Container Store, ressaltou que um empregado bem treinado produz por 3. Já o britânico Richard Branson, fundador do grupo Virgin e um dos maiores empreendedores do mundo, disse que prefere contratar pessoas melhores que ele para executar as funções e sempre elogia os funcionários, ao invés de focar em reclamar dos erros. Ele prega que as empresas sejam mais do que máquinas de fazer dinheiro: que sejam lugares de pessoas felizes e em constante transformação.

A NRF discutiu a disrupção do varejo, trazendo alguns conceitos: o produto é importante, mas o propósito é mais e a experiência é fundamental; é preciso integrar as experiências física e digital; focar nas pessoas também gera lucro; o varejo precisa criar laços de relacionamento com o cliente; marcas comunitárias (que fazem o cliente querer participar de uma comunidade) são o futuro; estamos vivendo uma era da personalização de produtos e empoderamento do cliente; tempo vale mais que dinheiro.

As áreas abordadas pelos mais de 300 palestrantes foram: experiência de pequenos negócios, gestão de lojas, marketing e publicidade, envolvimento com o cliente, varejo global, varejo de loja e varejo radical.

Para José Carlos, a participação da CDL-DF, que foi ao evento em parceria com o Sebrae, é muito valiosa, pois o intuito é trazer conhecimentos e táticas para os lojistas de Brasília. “Lá, pudemos ver o que os grandes varejistas estão fazendo e planejando fazer. São tendências que, mais cedo ou mais tarde, tanto os grandes quanto os pequenos negócios daqui também acabarão seguindo, adaptando-se à realidade local”, opina. A CDL-DF irá realizar um workshop para os associados e apresentará as principais novidades da NRF.

A NRF Big Show ocorre desde 1911 e já está na 106ª edição. Em edições anteriores, nomes conhecidos palestraram no evento, como Bill Clinton, Kofi Annan e Colin Powell. Este ano, a celebridade da vez foi o astronauta Scott Kelly, que passou um ano no espaço e, durante esse período, fez diversas compras pela internet, como se estivesse na Terra, para presentear amigos e parentes.