Metade dos entrevistados pretende contratar mais este ano; 52% criarão postos de trabalho para temporários, sendo que em 40% dos casos há planos de efetivar o colaborador

Gasto médio previsto com presentes será de R$ 199. Oito em cada dez entrevistados esperam pagar produtos à vista e 77% pretendem pesquisar preços antes de comprar

De acordo com a pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a liberação dos saques das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); deve contribuir para regularizar o pagamento de contas em atrasos. Dentre os beneficiários que pretendem resgatar o dinheiro, 38% têm a intenção de quitar todas ou pelo menos parte de dívidas que estão pendentes.Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF), José Carlos Magalhães Pinto, o mesmo deve ocorrer no Distrito Federal.

Vencidas as primeiras etapas da reforma da previdência, as atenções do país se voltam agora para a reforma tributária, seguramente um dos maiores desafios para a equipe econômica do governo, parlamentares e representantes do setor produtivo. Se a alteração das regras de aposentadorias se tornou quase um consenso nacional, as mudanças da aplicação de tributos devem esbarrar em interesses difusos e em questões de difícil solução.

A edição de outubro da Varejo s.a. traz "A hora a e vez do varejo”, com o otimismo que o IV Fórum Nacional do Comércio trouxe para 900 lideranças políticas e empresariais reunidos em Brasília. Assuntos como as transformações nacionais e a vanguarda do desenvolvimento, o marketing sensorial e dicas para aproveitar a Black Friday estão entre os assuntos abordados neste mês.

Confira o conteúdo completo no site ou no app “Revista Varejo SA”.