Todo início de ano, o setor de varejo se volta à Nova York, para a NRF | Retail’s Big Show – a maior feira de varejo do mundo. Desta vez, não foi diferente, as principais tendências foram apresentadas em janeiro e devem nortear o mercado nos próximos anos. Em meio a um mar de informações de diferentes setores e posicionamentos, destaca-se o conceito de Propósito e Transparência. 

O propósito de uma marca não é vender produtos ou serviços – isso é o que ela faz. Mas tem a ver com o porquê ela faz e a razão dela existir. Desta forma, os varejistas estão enxergando a importância de manter seus valores consolidados e deixá-los claros, tornando-se relevantes para seus clientes e atraindo pessoas que compartilham desses mesmos princípios e ideais. A Bulletin, criada por Ali Kriegsman e Alana Branston, está deslanchando após assumir sua postura feminista. De uma espécie de e-commerce para incentivar criadores independentes, passou a abrir lojas físicas que funcionam como espaços de varejo mais acessíveis e flexíveis, focados apenas em produtos criados e desenvolvidos por mulheres e para mulheres. Com uma identidade definida, pontos de venda simples, coloridos e que vendem desde roupas até itens de decoração descolados, a marca caminha para abrir sua quarta loja em Nova York – sempre dedicando 10%, dos 30% que ganham em cada venda, para instituições de caridade que ajudam mulheres. Os outros 70% ficam com as vendedoras.

Para os fundadores da Allbirds, Tim Brown e Joey Zwillinger, o ideal de empreendedorismo sempre foi criar um negócio com propósito, para que pudessem contribuir para um mundo melhor. Assim, todos os processos da marca são pensados e desenvolvidos com foco em sustentabilidade e responsabilidade social. Criada em 2016, já figura como uma B Corp, ou seja, é certificada por respeitar altos padrões de performance social e ambiental, responsabilidade e transparência. Além do corpo do sapato feito de lã, que utiliza 60% menos energia na produção em comparação com os de fibra sintética, os cadarços dos tênis da Allbirds são feitos de garrafa de água reciclada e as solas utilizam óleo de mamona. Recentemente, eles também lançaram uma linha de tênis feitos de fibra de eucalipto, material de altíssima qualidade e altamente sustentável e biodegradável, que utiliza 95% menos água do que a produção de algodão. Além disso, é um exemplo de marca direct-to-consumer – que elimina etapas no processo de fabricação, distribuição e venda de seus produtos diretamente ao consumidor final, diminuindo custos e garantindo mais controle sobre a empresa de forma geral. Fato que explica também os preços mais acessíveis da marca, todos os tênis custam U$95.

A Warby Parker foi criada – por Jeff Raider, Neil Blumenthal e David Gilboa – a partir do desejo de oferecer acesso a óculos de grau a mais pessoas ao redor do mundo. Essa é a sua razão de existir, para isso foi criada e por isso é tão querida por seus clientes. Se o consumidor não pode ir até a loja, pode adquirir seu par online e, para ajudar nessa tarefa, deve escolher cinco armações diferentes que são enviadas para a sua casa para que possa experimentá-los. Se gostar, basta fazer a compra pelo site, devolver o mostruário pelo correio e receber a sua armação novinha em folha. Além disso, a marca criou um programa social, onde a cada par de óculos vendido, outro par é doado para a organização VisionSprings, que atende comunidades carentes em todo o mundo. Um propósito de marca para lá de definido!

Fonte: NOVAREJO