A Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) realizou na última segunda-feira (29) uma Assembleia Geral Ordinária a fim de realizar a eleição da Diretoria, do Conselho Fiscal e de membros para o Conselho Consultivo para mandato no biênio 2019/2020. A assembleia foi presidida pelo sócio efetivo Ennius Marcus de Moraes Muniz. Compuseram a mesa eleitoral: o Sr. Athayde Passos da Hora, da Fecomércio/DF, a Sra. Vanessa Maria Borges, do Sebrae/DF, a Diretora Secretária Virginia Guimarães e o Presidente da Comissão Eleitoral, Sr. Rodrigo de Assis Souza.

A Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal é parceira da MPEWeek, uma iniciativa do Banco do Brasil para mobilizar a população sobre a importância dos pequenos empreendedores para as comunidades locais e, assim, ajudá-los a faturar mais. Para participar, uma ou mais ofertas devem ser cadastradas no site até o dia 28/10 e o BB vai divulgar essas ofertas para todo o Brasil entre 29/10 e 4/11. A ação é direcionada às pequenas empresas e visa a incentivar seu crescimento. Além de impulsionar as vendas, os consumidores também serão beneficiados com o programa, que contará com promoções do Banco do Brasil e descontos exclusivos de marcas parceiras.
O presidente da CDL-DF, José Carlos Magalhães Pinto, destaca: "é uma oportunidade única para o lojista expor seus produtos em uma vitrine nacional."

A 20.ª edição da Feijoada Sorriso Aberto, promovida pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Jovem do Distrito Federal, arrecadou R$ 26 mil que serão doados para reformar a creche Oasis Bem-Me-Quer, de São Sebastião. O evento open bar e open food ocorreu no Dúnia City Hall (Lago Sul) e, mais uma vez, o lucro foi revertido para um projeto social.

A equipe da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Jovem se reuniu em Brasília na última terça-feira (23) para discutir o Dia da Liberdade de Impostos (DLI) 2019. O grupo realizou uma série de reuniões ao longo do dia para tratar dos detalhes da ação e definir uma data.

A segunda fase de adequação das empresas ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) vai até 9 de janeiro de 2019 – prazo estipulado depois da última prorrogação. Agora os empregadores que têm negócios com faturamento de até R$ 78 milhões (valor referente ao ano de 2016) devem encaminhar os dados dos trabalhadores e seus vínculos empregatícios ao sistema. Na próxima fase, ainda em janeiro, será necessário enviar informações da folha de pagamento.