No Carnaval é muito comum o roubo ou a perda de objetos pessoais, principalmente, documentos. A aglomeração nos locais de folia favorece esses tipos de ocorrência. Além do transtorno de ter que retirar a 2ª via, a pessoa ainda corre o risco de ter os seus dados roubados e usados para compras e empréstimos. E a alegria dos dias de festa pode se transformar em dor de cabeça. Para se proteger, qualquer um pode solicitar gratuitamente o serviço Alerta Cheques e Documentos do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Em Brasília, o posto de atendimento para acionar a ferramenta é a Câmara de Dirigentes Lojista do Distrito Federal (CDL-DF), entidade parceira do SPC Brasil. O presidente da instituição, José Carlos Magalhães Pinto, explica que o alerta ficará vinculado às informações do CPF do solicitante. “Caso alguém tente usar os dados ou até mesmo cheques roubados do consumidor para efetuar compras, os comerciantes, ao consultarem o CPF, terão acesso aos dados de extravio e poderão recusar a venda.”, afirma.

Um levantamento nacional realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) constatou que de cada dez entrevistados, dois (21%) foram vítimas de alguma fraude ou sofreram algum transtorno durante o Carnaval do ano passado. Entre os principais contratempos, figuram o furto de pertences pessoais (6%) e a perda de documentos (4%). Entre os que foram roubados ou furtados, 46% voltaram para casa sem os documentos e 33% sem cartões de crédito ou débito. Considerando os consumidores que tiveram documentos pessoais, cartão de banco ou cheques roubados, 30% sofreram alguma tentativa de fraude com o uso de seu nome para saques em dinheiro, compras ou abertura de financiamentos e empréstimos.

No Distrito Federal, o gerente administrativo Omar Francisco de Sá teve seus dados roubados e o nome negativado. “Tive meu nome negativado oito vezes no período de um ano. Procurei o Juizado de Pequenas Causas, o PROCON, a Delegacia de Defraudação e Repreensão ao Estelionato e não consegui resolver o meu problema. Foi o Alerta Cheques e Documentos que colocou fim a essa situação.”, relata.

A solicitação deve ser feita pessoalmente no balcão de atendimento do SPC na CDL-DF e o requerente apresentar o original e cópia do boletim de ocorrência. É possível comunicar a perda ou roubo por telefone e entregar o boletim de ocorrência em até 72 horas. Não há atendimento durante o feriado de Carnaval, as atividades serão retomadas na quarta-feira de cinzas, a partir das 13h.

Serviço
SPC Alerta Cheques e Documentos
Local: SCS Quadra 08, Bloco B-60, Loja 235/236, 2º andar, Venâncio Shopping – Asa Sul, Brasília – DF
Telefone: (61) 3218-1401
Atendimento: segunda a sexta-feira, das 8h às 18h