Na noite da última terça-feira (6), empresários e políticos compareceram à posse da nova diretoria da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço Nacional de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), além dos presidentes Federações das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDLs) e dos membros da CDL Jovem Nacional. A cerimônia ocorreu nos salões do hotel Royal Tulip Alvorada, em Brasília, e contou com membros da Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) entre os empossados, inclusive o presidente da entidade, José Carlos Magalhães Pinto.

O novo presidente da CNDL é o empresário mineiro José César da Costa, e José Carlos integra o corpo de vice-presidentes da entidade. Ele afirma que o objetivo da gestão é assumir um papel cada vez mais protagonista nas decisões que envolvem o setor de comércio e serviços, e lembra que os objetivos da entidade nacional são comuns aos das CDLs, principais parceiras. “Além disso, a presença do DF na CNDL deve aproximar o varejo brasiliense das políticas públicas nacionais, tornando os diálogos mais ágeis. Um dos nossos pleitos mais antigos é tornar o Distrito Federal tão competitivo nas vendas quanto os outros Estados da Federação”, defendeu o presidente da CDL-DF.

No discurso de posse, José César da Costa comemorou o acordo com o Banco Central, assinado ontem, para promover a educação financeira da população, lembrou da importância da implementação do Cadastro Positivo, que pode contribuir com “a redução de juros e da burocracia de acesso ao crédito”, e falou sobre a derrubada do veto ao Refis. “O governo deve olhar especialmente para os micro e pequenos empresários, que representam 95% dos nossos associados”, defendeu.

Aos diretores empossados, o presidente pediu empenho e comentou que irá trabalhar com três pilares: união, proximidade e inovação. “Este é o compromisso que assumimos: trabalhar juntos. A CNDL sempre estará ao lado das bandeiras em seus estados”, assegurou.

O ex-presidente da entidade, Honório Pinheiro, também subiu ao palco para transmitir oficialmente o cargo e destacou as principais conquistas de sua sua gestão, especialmente o Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo (PNDV), em parceria com o Sebrae, que realizou mais de 40 seminários em todo o país. Ressaltou que para gerir uma instituição do porte da CNDL é preciso saber questionar e ter humildade, e que sabe que José César tem competência para o cargo.

Autoridades

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, compareceu à cerimônia e se pronunciou. “Em primeiro lugar, que a CNDL faça em Brasília o Museu do Varejo, pois terá todo o nosso apoio. Também faço um convite especial para que o SPC construa aqui a sua sede nacional, no nosso novo parque tecnológico”, sugeriu.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, também subiu ao palco para reforçar a importância do varejo no crescimento econômico e na geração de empregos. Agradeceu especialmente à CNDL pela representação política, neste momento em que “o governo tem implementado reformas para a retomada da economia”.

Também estiveram presentes o ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima, o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos e o secretário de desenvolvimento econômico do DF, Valdir Oliveira, além de senadores, deputados federais, prefeitos e outros secretários de estado.

Outros membros

Além de José Carlos Magalhães Pinto, outros membros da CDL-DF também foram empossados para cargos na entidade nacional. O diretor do SPC da CDL-DF, José Amaro Neto, agora é conselheiro fiscal suplente da CNDL. E o presidente da CDL Jovem DF, Raphael Paganini, se tornou o novo vice-coordenador da CDL Jovem Nacional.

“Já organizo a campanha Dia da Liberdade de Impostos pela CDL Jovem Nacional desde o ano passado. Esse cargo permitirá uma expansão do trabalho, com o desenvolvimento de outros projetos”, comentou. O novo coordenador da CDL Jovem Nacional é Lucas Pitta.

À frente do SPC Brasil, está o presidente Bruno Falci, que reforçou a importância do bureau de crédito, com 180 milhões de cadastros de pessoas físicas e 26 milhões de cadastros de pessoas jurídicas, além de um milhão de pontos de venda no País. “É uma honra representar uma entidade que, com tantos anos de existência, continua moderna”, disse.

A programação começou às 12h15, com uma missa em ação de graças, na Catedral Metropolitana de Brasília. A solenidade noturna, no Hotel Royal Tulip Alvorada, reuniu mais de 500 convidados.

Para conferir os nomes de todos os novos membros da CNDL, acesse: http://site.cndl.org.br/institucional/diretoria/